Estudos de Caso

Estación Biológica La Selva, Costa Rica
Trilhas para Contemplação, Estudos e Pesquisas

Autoria: Roberto M.F. Mourão, ALBATROZ Planejamento, 2008

 
Estación Biológica La Selva, Costa Rica

 

Antecedentes

Em maio de 2005, liderando um grupo de empresários brasileiros de ecoturismo, em viagem técnica de benchmarking à Costa Rica, conduzidos pelo consultor Roberto M.F. Mourão, da Albatroz Planejamento, com apoio local da consultora Ana Baez, da Turismo & Conservación Consultores, que ajudou a definir e implementar a agenda da viagem.

Visitamos a Estación Biológica La Selva, gerida pela ong Organización para Estudios Tropicales(OET), um consórcio sem fins lucrativos de mais de 50 universidades, colégios e instituições de pesquisa de todo o mundo.

Essa viagem foi promovida pela Embratur, em parceria com o Sebrae Nacional, no contexto do projeto-piloto Excelência em Turismo, Aprendendo com as Melhores Experiências Internacionais, projeto idealizado e implementado por Roberto M.F. Mourão, que conduziu as duas primeiras viagens-piloto à Costa Rica (maio 2005) e ao Peru (junho 2005).

Além desse da Costa Rica e Peru, na fase piloto do projeto foram realizadas viagens a:

  • Argentina (pesca esportiva);
  • Espanha (turismo cultural);
  • México (mergulho autonomo / scuba diving);
  • Nova Zelândia (turismo de aventura).

Devido ao sucesso dessas experiências, o projeto promoveu viagens a outros países nos anos seguintes e foi ampliado com uma versão de viagens a polos turísticos nacionais denominado Projeto Vivências Brasil, Aprendendo com o Turismo Nacional.

Estación Biológica La Selva

A Estación Biológica La Selva é uma estação de pesquisa de ecologia tropical localizada em Puerto Viejo de Sarapiquí, no norte da Costa Rica.

A Estação faz parte de uma área protegida maior – a Zona Protectora La Selva.

A reserva presta um serviço de importância mundial para pesquisas tropicais.

Localizado nas terras baixas do Nordeste da Costa Rica, La Selva inclui uma reserva natural que protege cerca de 1.600 hectares de floresta tropical primária.

(foto: Tucan-pico-iris, Rainbow-billed-toucan, Ramphastos-sulfuratus)

A floresta está cercada por pastagens de fazendas e outras áreas abertas, a sudeste da cidade de Puerto Viejo de Sarapiquí, entre os rios Puerto Viejo e Sarapiquí, nas terras baixas do norte da Costa Rica, a uma altitude de 37 metros acima do nível do mar. 

Costa Rica é conhecida pela possibilidade de observação da vida silvestre, onde é possível avistagem de aves, mamíferos e répteis, mas a umidade e a chuva quase constante da maioria das florestas costarriquenhas são o habitat ideal para outra classe de animais: os anfíbios.

Anfíbios não devem ser confundidos com répteis como lagartos e cobras, os anfíbios mais comuns na floresta são sapos e rãs. Eles podem ser vistos ao caminhar pelas trilhas assim como em ranários adaptados para educação ambiental e turismo (p.ex. Frog Pond, em Monteverde).

(foto: Rana-de-punta-de-flecha-roja, Strawberry-poison-dart-frog, Oophaga pumilio)

La Selva foi criada em 1954 pelo Dr. Leslie Holdridge, que dedicou sua fazenda à experimentação com plantações consorciadas para a melhoria da gestão dos recursos naturais.

Em 1968, a propriedade foi comprada pela Organização de Estudos Tropicais e declarou uma estação e reserva biológica privada. Esta estação é um dos maiores geradores de informações sobre a floresta tropical, graças às diferentes investigações que são realizadas, cada ano.

A reserva tem uma ampla rede de trilhas para se apreciar a floresta tropical, assim como permitir prioritariamente a circulação de pesquisadores e estudantes em pós-graduação de todo o mundo.

O uso das trilhas é tão intenso por pesquisadores e ecoturistas que muitas foram pavimentadas, e que, ao percorrê-las, nota-se ao longo sinalização colocadas por pesquisadores e estudantes de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Há aproximadamente 57 quilômetros de trilhas para caminhar na estação biológica e na zona protegida La Selva com passeios de meio dia com guias todos os dias a partir das 8:00 h. Uma opção é desfrutar de uma caminhada de história natural de 3 horas ou desfrutar da observação de aves também em excursões de duração de meio dia.

Os grupos de visitantes são limitados a 10 pessoas, por isso é importante reservar com antecedência para evitar enganos.

Não é permitido percorrer as trilhas sem um guia habilitado.

El Sendero Tres Ríos esta acondicionado para personas minusválidas ya que posee un camino pavimentado.

Fique atento, pois você poderá avistar tucanos, preguiças, cutias, iguanas, quatis e queixadas durante a caminhada.

As flora local é um grande espetáculo, com mais de 1.000 espécies que aqui crescem.


Empresários brasileiros percorrendo trilha, em concreto, recebendo informações de monitor da Estación Biológica La Selva.
Em primeiro plano da foto, à direita, o empresário e guia de aves Fred Tavares, da Brasil Aventuras

 


Observador de aves fotografando sobre ponte pensil, Estación Biológica La Selva, Costa Rica.
A ponte, além de servir de passagem, permite observar a floresta ao nível da copa das árvores.
Cerca de 70% da vida na floresta acontece ao nível das copas das árvores.

 


Estudantes de pós-graduação tomam notas ao longo de trilha pavimentada em concreto, Estación Biológica La Selva, Costa Rica.

 


 


Roberto M.F. Mourão / ALBATROZ Planejamento
Para uso e permissões favor contatar: roberto@albatroz.eco.br

 

Conheça outros estudos de caso...

Trilhas: Caminhos do Peabiru
Trilhas: Caminhos do Peabiru

   Caminhos do Peabiru Autoria: Roberto M.F. Mourão, Albatroz Planejamento, 2006   Os Caminhos do Peabiru Os Caminhos do Peabiru são um conjunto de trilhas criadas há mais de 3 mil anos, que ligam o Oceano Atlântico ao Pacífico, passando pelo Paraná até o Peru. A antiga rota foi utilizada pelos índios guaranis, kaingang e […]

TBC: Tambopata Ecolodge, Peru
TBC: Tambopata Ecolodge, Peru

  Tambopata Ecolodge, Peru Autoria: Roberto M.F. Mourão, Albatroz Planejamento, janeiro 2016   Tambopata Lodge O Tambopata Ecolodge, fundado em 1991, é um dos hotéis de selva localizado às margens do Rio Tambopata. É um dos nove lodges na região de Puerto Maldonado, Peru, o que faz da região um dos principais destinos ecoturismo na […]

Estudo de Caso – Wooly’s Off Road Club
Estudo de Caso – Wooly’s Off Road Club

  Estudo de Caso Club Off Road 4×4 Wooly’s Off Road   Wooly’s Off Road Horário de Funcionamento Estamos abertos aos sábados e domingos das 08:00h às 05:00h. Tarifas Preços: US$ 20 por pessoa Passageiros com menos de 10 anos viajam gratuitamente Camping requer taxa de trilha de dois dias Calendário Wooly’s Abertos sábados e domingos. Exceções […]

Parceiros e Apoiadores